O culto de Gratidão ao Senhor pelo aniversário da igreja aconteceu no dia 16 de dezembro

Com o tema: “Anunciando a morte do Senhor, até que venha” (1 Cor.11.26), aconteceu no dia 16 de dezembro, às 20 horas, o culto de gratidão ao Senhor pelos 112 anos da Primeira Igreja Batista de Campo Grande. Com a igreja repleta e em clima de festivo, o evento contou com a presença de pastores, missionários e jornalistas, além da participação maciça dos membros e de seus familiares.

Em espírito e verdade, com o prelúdio feito pela orquestra da PIB Campo Grande, os presentes foram convidados a começar o culto. A oração inicial foi feita pelo Pastor titular da Igreja, Carlos Elias de Souza Santos.

Na ocasião alguns visitantes importantes aproveitaram para parabenizar a igreja. Um deles foi o missionário da Junta de Missões Mundiais (JMM), Diego de Oliveira, que saudou a igreja: “Estamos aqui para celebrar com os irmãos. Somos muito gratos pela vida de vocês!”. O gerente do Projeto Cristolândia, pastor Ezequias Cerqueira Santos, deu os parabéns à igreja e agradeceu por toda ajuda empregada. Ele aproveitou para falar um pouco do Projeto e apresentar o primeiro pastor fruto da Cristolândia, Wellington Amorim, ex-morador de rua.

A participação especial da noite ficou por conta do Coro Exultação que com entusiasmo, cantou os hinos “Vencendo vem Jesus” (112 CC) e “Bendize, Oh Minha Alma ao Senhor” (Goller). Durante o culto foi momento também de homenagear aqueles que contribuem efetivamente para a história da igreja, pessoas que fizeram e fazem a diferença. Ao todo foram 28 homenageados (cerca de 1% do total de membros), entre membros e não membros, em todas as áreas de trabalho da Igreja. Estes receberam como honraria uma Bíblia comemorativa feita exclusivamente para o aniversário.

O presidente da Associação de Igrejas Batistas do Oeste Carioca, Pastor Paulo Célio, fez uma oração consagrando o ofertório e entregando a Mesa do Senhor. A ceia foi conduzida pelo pastor Carlos Elias e pelo Presidente da Convenção Batista Brasileira (CBB) e Pastor da Primeira Igreja Batista em Alcântara, Vanderlei Batista Marins. Foi um tempo de entrega e gratidão pela morte sacrificial de Jesus na cruz. O diretor executivo da Convenção Batista Carioca (CBC), Pr. Nilton Antonio de Souza, entregou em oração a vida do pastor Vanderlei Batista Marins, pregador da noite. Após, preparando os corações dos presentes para a mensagem, o Coro Canto das Mãos do Ministério com Surdos da PIBCG, em um momento bastante descontraído, entoou o hino 112 CC, convidando toda igreja para cantar o coro em LIBRAS.

Abordando um dos mais expressivos e desafiadores assuntos da Bíblia: “A volta de Jesus” e tomando como base o trecho de Atos 1. 6-11, o pastor Vanderlei falou sobre a necessidade de estarmos prontos para este dia. “As coisas terrenas são passageiras, mas o que construímos em fé dura para sempre. Nossa história não termina aqui”. Continuou: “Jesus ainda não voltou para que o ser humano tenha oportunidade de aceitá-lo. Creia no Espírito de Deus, só Ele nos faz enxergar as coisas espirituais. Arrependa-se, esteja pronto para subir quando Ele voltar. Entregue a sua vida em suas mãos, e viva em conformidade com o Pai. Ninguém sabe o dia de sua volta, por isso, todos devemos nos preparar.” Ainda alertou: “Muitos acham que tem o controle de suas vidas em suas mãos, porém não temos! Tome a decisão que vai garantir a felicidade eterna, deixe o Pai reescrever sua história”.

Ao encerrar o culto, o Pastor Carlos Elias impetrou a Benção Apostólica, e após, toda igreja cantou parabéns. O poslúdio do culto foi feito pelo Coro Exultação, que cantou “Cidade Santa” (Adams Arr. Kirkland). Ao final do culto o pastor Carlos Elias declarou: ” O que de mais precioso eu percebi, foi ver a igreja unida em torno da proclamação da volta de Jesus: Maranata!”

Compartilhe: