O Valor da Companhia

“Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho” (Eclesiastes 4.9)

 

Deus nos criou para vivermos agrupados. O estar só não é o ideal para ninguém.

Conta-se que certo homem estava para ganhar o concurso de coração mais bonito. Seu coração era lindo, sem nenhuma ruga, sem nenhum estrago. Até que apareceu um velho e disse que o coração dele era mais bonito pois nele havia muitas marcas. Houve vários comentários do tipo: “Como seu coração é o mais bonito, com tantas marcas?” O bom velhinho, entãom explicou que por isso mesmo seu coração era lindo. Aquelas marcas representavam sua vivência, as pessoas que ele amou e que o amaram. Finalmente todos concordaram, o coração do moço, apesar de lisinho, não tinha a experiência do velho. Esta e outras citações mostram o quanto uma vivência a dois pode deixar marcas que tornam o coração mais bonito.

O sábio Salomão mostra, através deste texto, que quando dois estão unidos em qualquer empreendimento, tudo pode se tornar mais fácil. “Melhor é serem dois”.

E é justamente no maior empreendimento que Deus instituiu que o estar acompanhado pode ser de melhor valia. No casamento, ao estarem dois irmanados em um mesmo objetivo, mesmo que marcas dolorosas machuquem os corações, o estarem unidos ao outro pode tornar a lida mais leve.

Não existe cristianismo de um só homem ou uma só mulher. É claro que a fé cristã nada significa a não ser que a pessoa tenha um relacionamento pessoal com Deus. Isto é determinante. Mas é sempre da relação vertical, desse relacionamento homem-Deus que a pessoa também é ajustada em relação à comunidade, à igreja.

 

Fonte: Manancial