O Natal Passou, e Agora?

duvidas

duvidas Certamente, a data mais esperada por muitos em nossa sociedade foi o dia 25 de dezembro, quando comemoramos o Natal. É provável que, em muitos lares, as mesas estiveram cheias de guloseimas e de muita alegria. Mas é possível que, em outros, não tão fartas. Em outros ainda, pela ausência de familiares, o brilho das festas foi ofuscado; algumas pessoas não tiveram como viajar para estar com os familiares e passaram o Natal sem seus familiares.

Diante desse fato, uma pergunta devemos fazer: Mais um Natal se passou, e agora? É possível que uma parte de nossa sociedade tenha gastado mais do que tinha, comprado aquilo de que não precisava, com o dinheiro que não possuía, para agradar àqueles que nem conhecem. E, agora? Obviamente que agora vêm as dívidas, o cheque-especial estourado, o cartão de crédito vencido, sem falar no famoso “cheque-pré” que vai começar a vencer a partir de janeiro ou até fevereiro de 2011.

 Outros são os que em total desobediência a Bíblia quando diz: “não vos embriagueis com o vinho”, tomaram “todas”, perderam o controle, ou melhor, foram controlados pelo álcool, falaram o que não deveriam, fizeram coisas que não eram corretas e, depois que passou a tal da “ressaca”, tomaram consciência do que fizeram e estão morrendo de vergonha.

 

 

 Meu amado irmão, não sei como foi o seu Natal: se você conseguiu reunir familiares que há muito não via, se o passou sozinho, se sua ceia natalina foi farta ou se nela faltou alguma coisa. Não sei se você celebrou o seu culto em família, mas, eu quero lhe dizer que o Natal passou. O que vem depois? Algumas coisas importantes devem suceder ao Natal vejamos:

 

 

 1º – Nossa vida continua – Foi bom estar com familiares e amigos, reencontrar pessoas queridas que há muito tempo você e eu não víamos, participar de uma ceia de Natal com muita comida. Mas tudo isso é passado; as festas se passaram. Devemos voltar à realidade do dia a dia.

2.º − A obra é grande e Deus conta com você – Para muitos, o Natal nada mais é do que dar e receber presentes. Mas nós, que já temos Jesus no coração, temos de lembrar que o verdadeiro sentido do Natal é este: Jesus nascendo no coração também das demais pessoas e que Deus conta com você e comigo para que aqueles que ainda não sabem disso fiquem cientes.

3.º − Os erros cometidos, Deus deseja perdoá-los − Quem sabe você e eu cometemos delitos dos quais precisamos nos arrepender? Deus deseja nos perdoar, mas, para tal, se faz necessário que venhamos a abrir o coração, confessar e pedir-lhe o perdão, em nome de Jesus.

Querido irmão, que os dias que sucedem o natal, se Deus o permitir, sejam, para você e para mim, melhores do que foram no ano passado. Que no novo ano, rumo ao próximo Natal, sejamos mais comprometidos com o Reino de Deus e com nossas famílias.

 

 Neste último domingo do ano de 2010, desejo que já no próximo domingo em 2011, você receba de Deus: UM FELIZ ANO NOVO.

Do Pastor e amigo

Carlos Elias de Souza Santos