Rogério Fonseca e Ingrid Grubinger e filhos trazem boas novas do Campo

Culto Manhã

Ainda com ênfase ao mês de Missões Nacionais, o culto da manhã do dia 11 de Setembro de 2016, na Primeira Igreja Batista de Campo Grande teve a visita ilustre da família de missionário, Rogério Fonseca e Ingrid Grubinger acompanhados de seus filhos. O Culto teve seu início com muita alegria, louvor e adoração, onde a equipe de louvor cantou com toda igreja o cântico Logo de Manhã (401 HCC / Pires), em seguida, sob a direção da MM Gisele Penido, todos leram o Recitativo Bíblico: Jr 29.12,13 e 14a; Sl 96.2. A adoração continuou com o os hinos Igreja Alerta! (450 CC) e Ah! Se Eu Tivesse Mil Vozes! (525 HCC – Entzminger/Sherwin).

O momento de gratidão ficou por conta do pastor Edison Horts. “É Tempo de Sermos Gratos e Entregarmos Todo o Louvor a Deus Por Tudo Que Ele é, Por Tudo Que Ele Faz e Fará em Nossas Vidas”, afirmou. Com a presença no altar do Senhor de vários aniversariantes da semana e casais que completaram bodas. Toda igreja adorou com o hino – Grande é o Senhor (Campos). O pastor Edison orou e agradeceu ao Senhor pelas bênçãos recebidas.

Como acontece em todo segundo domingo pela manhã, os pais trouxeram seus bebês para apresentação no altar do Senhor. As famílias foram convocadas pelo pastor Carlos Elias e a irmã Vilma Pedro conduziu o momento com a espiritualidade e a singeleza de sempre. O pastor Anderson Maciel orou ao Senhor apresentando os bebês. Aproveitando que o seu neto estava entre os bebês a serem apresentados, o diácono Manoel Castilho Corval fez uma breve homenagem à irmã Vilma Pedro pelos anos de dedicação ao seu Ministério de apresentação de bebês e acompanhamento aos familiares.

A Mensagem Musical ficou por conta do Coro Teus, formado pelos adolescentes da PIBCG, que adorou a Deus com dois belos hinos, sob a regência do pastor Hanri Pinheiro.

Dando continuidade às comemorações do mês de Missões Nacionais, o pastor Elber Macharetti fez a apresentação do tema e divisa da CAMPANHA DE MISSÕES 2016. O Tema da Campanha: É Tempo de Avançar Multiplicando o Amor de Deus e a Divisa: “Levantemo-nos e edifiquemos! E fortaleceram as mãos para a boa obra!” (Neemias 2.18) foi recitada por toda igreja. Aproveitando a ocasião, o pastor Elber dedicou um momento de intercessão missionária por nosso país. Toda igreja clamou ao Senhor em duplas de oração. Ao final o irmão Filipe Tavares da Silva orou ao Senhor pelo Brasil.

No momento dedicação de vidas e bens, o pastor Carlos Elias de Souza Santos enfatizou que não é com dinheiro que se faz missões, mas sim com ofertas dedicadas no altar do Senhor. Sua vida, sua oração e sua oferta devem ser entregues ao Senhor. Em seguida foi entoado o hino Multiplique (Hino da Campanha de Missões Nacionais de 2014/ Carvalho).

Para surpresa de toda igreja o casal de missionários, pastor Bruno Ferraz e Paula estiveram presentes no culto para matar a saudade e rever amigos. Na ocasião foi dado um breve testemunho dos últimos acontecimentos e relatos das bênçãos no campo missionário.

A Mensagem da Palavra de Deus ficou por conta da família missionária da JMN formada pelo o casal pastor Rogério Fonseca e Ingrid Grubinger e seus filhos: Rebeca, Giulia e Mateus. A missionária Ingrid agradeceu a Deus por rever amigos e pelas bênçãos recebidas durante todo esse tempo no campo missionário. Sua filha Rebeca deu um testemunho de suas superações e experiências com Deus.

O pastor Rogério, iniciou sua palavra com uma afirmação: “Se o cristão chegar em um lugar e a verdade não chegar junto, é por que Cristo não está nele.”

Durante os sete anos que estão em São Marcos/RS, Deus tem ajudado no relacionamento com os gaúchos que são muito reservados. Apesar da pouca representatividade dos Batistas na região, Deus tem abençoado os projetos evangelísticos e dado crescimento e resultados positivos. Após um momento de oração individual, o pastor Rogério orou agradecendo pelo o amor e cuidado do Senhor.

O texto base da mensagem foi o de João 19 que traz o relato da Cruz, a verdadeira mensagem da salvação. “Sem a cruz não existe a mensagem da salvação. Quando entendemos a Cruz de Cristo, percebemos o propósito do amor de Deus para salvação de todos. Precisamos carregar a nossa cruz, carregando a mensagem do amor”, enfatizou.

Nos versos de 25 ao 30, percebemos a mensagem da Cruz de Cristo que transcende a qualquer idade ou situação para salvar todo aquele que crê. O Evangelho relata que morrer é a vitória do cristão, ou seja, morrer para o mundo, é viver para Cristo.

Na morte de Jesus na cruz foi feito um novo pacto com Deus, onde o temos acesso livre ao Senhor. Somente a Cruz pode dar este acesso. Onde um cristão chega, chega o evangelho, chega a cruz, chega a verdade, chega a salvação. Cada um de nós é um missionário em potencial.

A visão que Deus tem da Cruz está relatas em Hebreus 4:12. “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” A cruz vista do alto é como uma espada cravada no chão que penetra e transforma vidas.

Ao final da mensagem o pastor Rogério orou ao Senhor por um posicionamento mais profundo do povo de Deus, alcançando um compromisso maior com Deus. Em seguida o pastor Elber declarou que é na Cruz que encontramos a resposta para nossas aflições. Com o canto do hino Rude Cruz (132HCC) e uma oração final o culto teve seu encerramento.

Texto: Diácono Newton Cezar

Compartilhe: