Salas repletas, com alunos participativos, revelaram a sede por conhecimento 

Com a igreja repleta de membros e visitantes, coincidindo com fim das férias de muitos irmãos, a PIBCG retorna às atividades com muita alegria para o primeiro dia (05/02) do Curso de Verão da EBD – Escola Bíblica Discipuladora.

Logo após ao Curso de Verão, que teve seu início às 8h30, o culto da manhã do dia 05 de fevereiro teve seu início às 10 horas com a Chamada à Adoração, com o Instrumental do hino Foi O Sangue (Jobe). Antes da oração inicial, o pastor Carlos Elias fez uma convocação para que toda igreja faça parte do projeto social e missionário, que acontecerá a partir do dia 18 de março, em parceria com a igreja batista dos Prados Verdes. No domingo dia 12 de março, às 17h, haverá uma reunião com o pastor Paulo Célio para determinações e divisão de tarefas.

A Equipe de Louvor fez a leitura Bíblica Uníssona com toda igreja e juntos adoraram a Deus com os hinos: A Deus Demos Glória (228 HCC – Crosby/Doane), Vinde Cristãos Cantai (235 HCC – Bateman/Carr) e Jesus, Filho de Deus (Jerônimo).

No momento de gratidão ao Senhor, o pastor Carlos Elias orou pelos aniversariantes e por vários irmãos que foram à frente para a agradecer pelas bençãos recebidas durante a semana.

Logo após a exibição do vídeo informativo, a Mensagem Musical ficou por conta do irmão Ailton Santos que apresentou um belo solo do hinoNisto Cremos (Alessandra Samadello).

A Mensagem da Palavra de Deus foi ministrada pelo pastor Carlos Elias de Souza Santos, conforme está no Salmo 103 (Salmo de Davi), com o tema Reconhecendo Nossas Imperfeições.

“Os nossos erros estão sempre diante dos nossos olhos. Reconhecer as imperfeições, abre portas para nossa comunhão com Deus, assim nos reconciliamos com Ele”, declarou o pastor.

Precisamos chegar diante de Deus com humildade e reconhecendo nossos erros. Conforme está em ‭‭Lamentações‬ ‭3:29‬ ‭“Ponha a boca no pó; talvez assim haja esperança.” Devemos reconhecer nossa real condição, de que somos pó e que sem Deus não somos nada. “Mas, agora, ó Senhor, tu és o nosso Pai; nós, o barro, e tu, o nosso oleiro; e todos nós, obra das tuas mãos.” (Isaías‬ ‭64:8‬).

A reconciliação com Deus é a fonte de todas as bênçãos. Quem está em pecado, vive isolado e é escravo do pecado. O pecado adoece o ser humano. Iniquidade é o estado de rebelião para com Deus, tornando o homem imperfeito. Confessar o pecado, trás liberdade e restitui a saúde espiritual e física do homem.

Como ser curado de nossas imperfeições? A bondade de Deus é o que nos faz superar as imperfeições. O Senhor está sempre pronto a perdoar, pois Deus é bom. Deus não pratica a Misericórdia, sem a Justiça e a Graça. Só o justo Juiz pode agir assim. Somente pela Misericórdia do Senhor, pela sua Justiça e Graça somos reconciliados com Deus.

Logo após a mensagem, o pastor Carlos Elias, acompanhado pelos pastores Adiel Gomes e Elber Macharetti e os diáconos, realizaram a distribuição dos elementos: pão e vinho para a Celebração da Ceia do Senhor com toda igreja.

Ao final do culto, o pastor Carlos Elias orou, impetrando a Bênção Apostólica e toda igreja adorou com o hino Rude Cruz (132 HCC – Bennard).

Newton Cezar
membro da PIBCGRJ
Compartilhe: