Qual a primeira imagem que lhe vem à cabeça quando você pensa numa pessoa morando na rua? Um pé sujo, um maltrapilho sob um papelão? E se você conseguisse enxergar um ser humano igual a você? Sua atitude mudaria?

Uma oficina de retrato que ocorreu na Casa de Lázaro no dia 09 de setembro procurou mostrar que somos todos iguais. Organizada pelo Ministério de Fotografia da Primeira Igreja
Batista de Campo Grande, reuniu os fotógrafos André Melo-andrade, João Luiz Lima, Luiz Márcio e Silvana Netto e teve a participação dos moradores da Casa como modelos.

Foi emocionante perceber o sorriso no rosto de cada morador ao ver as fotos reveladas. Até quem não falava com a família há muito tempo tomou coragem para refazer o contato. Agora tinha uma boa imagem para mostrar.

*parte integrante do Informativo Casa de Lázaro.
Casa de Lázaro | Estrada do Cabuçu, 1975 – Campo Grande. Rio de Janeiro, RJ.
CEP: 23017-250 – E-mail: assistentesocial@pibcg.rio

Compartilhe: