Eu e Minha Casa Serviremos ao Senhor

Com a chamada à adoração realizada pelo cantor e pastor Jorge Camargo e uma oração pelo pastor Ricardo Ramos, ministro de Ação Social, a Primeira Igreja Batista de Campo Grande entrou em culto na manhã do domingo dia 1º de Maio, data escolhida para a celebração do Dia de Ação Social.

Após a leitura do Recitativo Bíblico que está em Js 24.15, toda Igreja adorou com a Equipe de Louvor o canto Minha Casa e Eu (Valadão) que foi seguida pelo momento de oração pelos aniversariantes. Logo após o pastor Jorge Camargo trouxe mais uma mensagem musical com dois belos hinos.

No momento de oração pelas famílias, que foi antecedido pela leitura do Recitativo bíblico, o pastor Carlos Elias orou ao senhor pelos carentes e necessitados, logo após a leitura da estrofe do hino Que Estou Fazendo se Sou Cristão 552 HCC.

Ainda como parte da celebração do dia de Ação Social, um grupo do Centro de Reabilitação Libertando Vidas esteve à frente para testemunhar e adorar a Deus com o hino Te Agradeço (Diante do Trono). Um momento emocionante onde Cristo foi louvado pelas bênçãos neste ministério.

Mais uma mensagem musical do pastor Jorge Camargo e o pastor Evaldo Carlos Santos da Igreja Batista Praia da Costa, Vila Velha/ES e coordenador do projeto Jesus Vida Verão trouxe a mensagem da Palavra de Deus conforme está em Marcos 2.1-12 com o tema Construindo a Esperança.

Existem pessoas que, mesmo sem serem identificadas, apenas conhecidas na Bíblia como “uns homens”, construíram esperança na vida de outras pessoas. Para construir esperança na vida das pessoas: 1º É preciso valorizar as pessoas, mesmo que anônimas, pessoas carentes, desprovidas de tudo. Quando se entende o que é Graça, favor imerecido, devemos levar à mensagem da Graça para todos. 2º É preciso tornar os Sonhos Possíveis. Compartilhar e estar sensível ao sonho do próximo. 3º Ajunte forças, pois a solidão não tem lugar quando as forças estão reunidas e aqueles que ajuntam forças desfrutam das bênçãos da sinergia. Quando todos damos as mãos com um único propósito os resultados saem mais rápido. 4º É preciso ultrapassar barreiras, tais como: preconceito social, dúvida, condenação religiosa e barreiras humanas. 5º É preciso descobrir novos espaços, porque há sempre um caminho novo que ainda não foi tentado; porque existem necessidades que não podem ser adiadas; porque Deus abre todas as portas fechadas. 6º É preciso expor a sua fé. No texto Jesus viu a fé dos cinco homens e curou o paralítico. 7º É preciso possibilitar milagres jamais vistos. No texto lido, Jesus interveio primeiro na escravidão espiritual, depois na restauração da saúde e depois na reintegração social e familiar do paralítico. É preciso estar preparado para ajudar, pois Deus vai mandar pessoas que precisam de nós e podemos fazer a diferença, sendo instrumento de Deus aqui na Terra.

No encerramento do culto o pastor Carlos Elias deu alguns avisos e com uma oração final e o canto do hino Amolece o meu Coração o pastor Jorge Camargo.

Texto: Diácono Newton Cezar

Compartilhe: