Culto Dominical

Ore, Faça!

Em um dia agradável e quente, após os avisos, a primeira Igreja Batista de Campo Grande iniciou o culto de adoração ao Senhor com uma oração feita pelo pastor Carlos Elias, seguido pela leitura bíblica uníssona e a equipe de louvor que entoou o hino Foi na Cruz (Arranjo de André Valadão).

No momento de gratidão o pastor Carlos Elias chamou à frente os aprovados em concursos, os aniversariantes da semana e os que estavam enfermos, em especial o irmão Adelino que passou por uma cirurgia e está recuperado.

A mensagem musical ficou por condo Coro de Adolescentes que adorou ao Senhor com os belos hinos: Bem-aventurado e o hino Poderoso Ele É.

“Nossa fé testificada em obras” foi o slogan citado pelo pastor Carlos para introduzir o momento de oração pelas vítimas do acidente da Barragem de Mariana/MG e pelos atentados na França e demais países da Europa.

Lembrou que pastor Bruno e família que estarão partindo para o campo missionário e no dia 22/11 à noite e os departamentos da igreja estarão fazendo uma homenagem e entregando lembranças.

O Pastor Ricardo Ramos esteve apresentando um breve relatório do aniversário da Casa Lázaro. Local de recuperação de moradores de rua que já acolheu 135 pessoas durante o período de dois anos. O ex-morador de rua Leandro Marcelo adorou a Deus, cantando o hino Vim para Adorar-te e emocionado deu o seu testemunho de recuperação e se ofereceu como voluntário para colaborar com a restauração de outros moradores da Casa Lázaro.

Após o testemunho, o momento de ofertórios foi acompanhado pela equipe de Louvor adorando com o cântico Poder Pra Salvar. A Diaconisa Elza orou ao Senhor agradecendo pelos dízimos e ofertas e pelas crianças que desceram para o Culto Infantil.

A mensagem da Palavra de Deus foi ministrada pelo pastor Rodrigo Guimarães Pinheiro, missionário na Guatemala e genro do pastor Ricardo Ramos.

Após um breve relato do seu testemunho, feita a leitura de Mateus 25.31-46, o pastor Rodrigo citou a questão da doutrina errada que alega que seremos salvos pelas obras, mas o justo viverá pela fé. Não interessa aquilo que venhamos a construir como sociedade se não tivermos Deus como Senhor.

Em Hebreus11.6 e 7 mostra que fé é ação. A fé deve ser cristo-cêntrica para gerar frutos, pois a obra da carne é distribuidora. Atos 2.41-44 mostra que a igreja deve ter tudo em comum e não deixar o seu próximo sentir falta de nada. Tiago 2 revela que a fé sem obras é morta. No encerramento da mensagem o pastor Rodrigo levantou um clamor por uma igreja mais integrada com seu compromisso social e mais solidária com o próximo.

O pastor Carlos Elias encerrou o culto com a bênção apostólica e a igreja continuou a louvar.

Compartilhe: