Ressureição

Na manhã ensolarada do dia 27 de março, uma linda manhã de domingo de Páscoa, a Primeira Igreja Batista de Campo Grande celebrou a Ressurreição de Cristo Jesus. O culto teve seu início com a chamada à adoração através de um hino instrumental apresentado pela Orquestra da PIBCG.

Com uma oração de louvor e gratidão, toda igreja adorou com os hinos Da Sepultura Saiu (140HCC) e Cristo Já Ressuscitou (135HCC).

A mensagem musical ficou por nota do Coro Jovem com os hinos: o Extraordinário (Ricardo) e Ele Vem (Coral Kemuel). Em seguida o pastor Carlos Elias conduziu o momento de dedicação de vidas e bens, e os Ministros de Música Angélica Miranda e o Leônidas apresentaram um belo hino instrumental (piano e órgão). Logo após a diaconisa Andréa Cezar orou consagrando as ofertas e agradeceu pelo privilégio de estar adorando a Cristo em sua Casa.

Mais uma mensagem musical de Páscoa foi apresentada pelo Coro Exultação, acompanhada pela Orquestra da PIBCG, com o hino Nós O Veremos (Rambo/Arr. Kirkland).

A mensagem da palavra de Deus foi ministrada pelo pastor Carlos Elias conforme está em Lucas 24.1-12 como tema: Ressurreição a Realidade de um Novo Amanhecer.

“Foi no primeiro dia da semana que a história recomeçou, a ressurreição trouxe uma nova expectativa de vida e transformação.” Declarou o pastor Carlos.

O sacrifício perfeito de Cristo, assumindo o lugar de todos nós na Cruz, revela a justiça divina e seu amor para com as pessoas. “Ao remover a pedra que estava à frente do sepulcro, Cristo nos mostra que sempre vai remover os obstáculos para que vejamos sua glória.” Afirmou…

A igreja não pode celebrar um Cristo morto, pois Ele vive e voltará em glória. Lembrando-se sempre de suas palavras para sermos cartas vivas do Senhor, anunciando sua morte e ressurreição até que Ele venha.

Com a leitura do Recitativo Bíblico e o canto do hino Um Só Rebanho (574 HCC) a igreja celebra a morte e ressurreição de Cristo com a Ceia do Senhor. Ministrada pelos pastores Carlos Elias, Marcos Ramos e Adiel Gomes e acompanhados pelos diáconos, a Ceia do Senhor foi celebrada com alegria e devoção.

Ao final da Ceia, após o canto congregacional do hino Digno é o Senhor (Zschech), o pastor Carlos fez um apelo para os presentes que ainda não foram libertos por Deus, que estão afastados da Casa do Senhor, ou que desejam o batismo, para que levantassem a mão atendendo o chamado do Espírito Santo. Muitos, atendendo ao chamado, estiveram à frente recebendo a Jesus como único e suficiente Salvador, se reconciliando e pedindo batismo.

Ao final do culto, após a oração e benção apostólica, o Coro Exultação adorou a Deus com o poslúdio cantado Vencendo Vem Jesus (Wilhousky/Arr. Nelson).

Texto: Diácono Newton Cezar.

Compartilhe: