O primeiro culto do ano de 2017 começou com uma bela apresentação na Chamada à Adoração. Pr. Elber Macharetti prosseguiu com a oração e a leitura uníssona da palavra de Deus. Após os louvores entoados pelo grupo de louvor, foram celebrados dois batismos.

A oração de louvor e gratidão ficou ao encargo do Pr. Adiel, seguido pela Mensagem Musical levada pela voz de Verônica Cruz. Posteriormente, o Momento de Contrição – também realizado pelo Pr. Elber – foi feito depois do louvor da igreja, com o hino “Cada Momento”.

Os avisos semanais com a agenda de atividades da igreja foi exibido – vídeo disponível no site – e, logo após, a divisa, que deu origem ao sermão do dia, foi lida em conjunto, sendo ela: “Anunciando o Reino com o Poder de Deus”.

A reflexão foi conduzida pelo Pr. Carlos Elias e tinha como versículo base Mt 6:10. Falar sobre o reino de Deus não é uma tarefa fácil; contudo, foi notório, por meio do sermão, compreender que ele não tem como gênese as aparências. Contrariando o mundo, que vive a partir de aspectos exteriores, o Reino é pautado no interior.

Segundo a palavra, o reino de Deus é visivelmente diferente do reino dos homens (2 Co 11:13/ Pv. 18:10). Na síntese genuína do que é este reino, não é a busca pelo poder que aproxima o homem de Deus e, desta forma, é necessário que Ele cresça na vida de cada um de seus filhos. O reino de Deus é visivelmente invisível.

O reino de Deus é, ainda, geograficamente diferente do reino do homem (Lu 17:21/ At 7:48), visto que o primeiro está dentro de cada um, na vida daqueles que têm o Salvador e que o adoram em espírito e verdade. Ele é, também, o reino do Senhor, que é espiritual. Quando o reino do Senhor aumenta, o homem aparece pautado nos princípios do Pai (João 3:30). O apelo, a oração e a bênção apostólica marcaram o fim de mais um culto.

Texto: Marllon Carvalho

Compartilhe: