INFORMATIVO CASA DE LÁZARO
| CRÔNICA - FLASHES

Um casamento de duas décadas desfeito, 15 anos nas drogas, falência, traição, uma temporada na rua. Não são feridas fáceis de cicatrizar.
Quando começou a fazer o caminho de volta – em um abrigo, trabalhando – as drogas o derrubaram de novo.
O fundo do poço nunca chegava.
Um turbilhão de vozes o confundia.
– Ele não quer nada!
– Esse aí não tem jeito.
– Não se junte com aqueles ali.
– Perde tempo não.
– Quem usa drogas vai pro inferno.
– Assista a esse filme, vai te ajudar.
– Não dá mole pra ele não.
– Isso é enxugar gelo.
– Já percebeu o que está acontecendo contigo?
– Senta aqui, vamos conversar.
– Procura sua família.
– Tranca esses drogados e perde a chave.
– O que você está sentindo?
– Eu vou contigo.
– Tudo bandido.
– Gente ruim. Não dá pra confiar.
As palavras de apoio se afogavam no meio daquele caldo de pessimismo, lamúria e ódio.
O fundo do poço estava perto. As oportunidades escapavam por entre os dedos. Não adianta, não adianta.
Mais uma conversa. E ele parece começar a ver o tamanho do buraco em que está metido. Alguns flashes lhe vêem à memória. E algumas coisas que ouviu começam a desabrochar como flores num lamaçal. A recepção do educador, a palavra do pastor, o vídeo que aquele voluntário apresentou, o carinho e a disponibilidade daqueles jovens. Ele se infla de coragem.
Almoça com a filha. Revê a neta. Telefona pra esposa. A volta pra casa é possível.

Marcelo Jaccoud da Costa

*parte integrante do Informativo Casa de Lázaro.
Casa de Lázaro | Estrada do Cabuçu, 1975 – Campo Grande. Rio de Janeiro, RJ.
CEP: 23017-250 – E-mail: assistentesocial@pibcg.rio

Compartilhe: