O culto da noite do dia 29 de janeiro teve início com a Chamada à Adoração, seguido da oração inicial, realizada pelo Pr. Carlos Elias, e os louvores entoados pelo grupo de louvor juntamente à igreja. Posteriormente, o vídeo com a agenda semanal foi exibido (clique aqui para assistir o informativo).
O Pr. Carlos Elias fez, juntamente com a igreja, a leitura bíblica uníssona, que está em 2 Co 4.16-18 e Lc 9.23-24.
O Pr. Adiel recebeu uma singela homenagem pelo seu aniversário, seguido pelo Momento de Intercessão.


A Mensagem Musical foi levada por Lucas Melo, que cantou a canção “Sublime”, de Leonardo Gonçalves. Em seguida, a igreja dedicou bens e vidas ao Senhor.
O sermão do Pr. Carlos Elias teve como versículo base João 13:1, com tema “Jesus e sua toalha”. A primeira questão indagada durante a pregação foi: como saber se amamos a Deus? (João 14:21). O sentimento de amor a Deus é tão poderoso que resgata qualquer pessoa do estado de pecaminosidade e opressão. A força que motiva qualquer servo a amar este Deus não é a sua perfeição, mas a sua capacidade de amar.
Jesus amava seus discípulos (João 13:2-11) e, com isso, é possível notar que o criador foi chamado para servir a criatura. Cristo ensinou aos seus discípulos, por meio de suas atitudes, como cooperar com os outros (Romanos 11:36/Colossenses 1:16). Se Jesus, com sua humildade, desceu e lavou os pés de seus discípulos, o seus servos devem seguir este evangelho.
Muitos não sabem o que significa lavar os pés dos outros e este conceito engloba a assistência ao próximo, matar um pouco do “eu” e viver uma vida de servidão. Isto está presente na vida de quem compreende a verdadeira essência da palavra de Deus e dos ensinamentos de Cristo. Carregar uma cruz é ajudar, estar pronto para lavar pés e ganhar almas para o Reino de Deus.
Com o término da mensagem, o Pr Carlos Elias fez a oração final e deu a benção apostólica, marcando o fim de mais um culto.

Por Marllon Carvalho

Compartilhe: