A Nossa Parte

Dos males do mundo, alguns incomodam mais.

Incomoda a corrupção, que desvia dinheiro público para contas privadas. Esse desvio torna piores as vidas das pessoas. Parece uma enfermidade incurável. Afeta a todos. Influencia a muitos. Diante da corrupção, tão presente, podemos achá-la invencível, mas podemos fazer a nossa parte.

Incomoda o descuido com o meio ambiente, irresponsabilidade praticada por governos e indivíduos. Organizações e pessoas agem como se os recursos naturais fossem inesgotáveis, como se a terra não fosse degradada, como se a vida não fosse prejudicada. Por isto, rios carregam até eletrodomésticos criminosamente lançados sobre suas águas. Diante do maltrato ao meio ambiente, podemos desistir de persistir no cuidado, mas podemos fazer a nossa parte.

Incomoda a mentira, tornada como padrão de comportamento na vida de muitas pessoas. Diante do triunfo dos mentirosos, podemos nos perguntar se vale a pena nos comprometermos com a verdade, mas podemos fazer a nossa parte.

Incomoda o preconceito, que se transforma nos óculos com os quais as pessoas são vistas, não importa como realmente sejam. Para o preconceituoso, as aparências das pessoas são as suas essências. Assim, um homem é visto pela cor da sua pele, uma mulher é valorizada ou desvalorizada pelo estilo da sua roupa, uma pessoa é avaliada pelo país em que nasceu, o caráter de alguém é julgado por sua religião. O preconceito tem raízes profundas, o que torna difícil combatê-lo, mas podemos fazer a nossa parte.

Talvez possamos fazer pouco para acabar com a corrupção, para zerar o descaso ambiental, para desmascarar a mentira e pôr fim ao preconceito, mas podemos fazer a nossa parte.

Adianta fazermos a nossa parte.

Fonte: Prazer da Palavra