2012: Não Perca as Contas!

nmeros

nmerosParece que foi ontem que chegamos ao ano 2000. O ano 2000 foi e ainda é considerado o último ano do milênio (e do século e da década de 90). Isto ocorre porque não houve ano zero em nosso calendário. Assim, a primeira década começou a ser contada no ano 1 e terminou no ano 10. Da mesma forma, o primeiro milênio começou em 1 e terminou em 1000. Portanto, 2001 foi o primeiro ano do terceiro milênio. Estamos adentrando o 12º ano do terceiro milênio. Quem diria que a história da humanidade chegaria tão longe.

Muito foi escrito para se dizer que a humanidade não chegaria tão longe. Quem não se lembra do popular dito: “De 1000 passará, mas a 2000 não chegarás”. Foi escrito mais sobre Nostradamus e suas profecias, do que sobre qualquer outro no século XVI. Em seu túmulo, uma inscrição em latim dizia “aqui jaz o homem que conhece todo o futuro do mundo”. Hoje sabemos que ele estava errado.

Ao iniciarmos mais um ano, é bom não perdermos as contas. Será muito bom agradecer a Deus por mais uma oportunidade que Ele nos concede de viver a “vida abundante” que Ele mesmo nos ofereceu.

Não pare contar. Não perca as contas. Já chegamos a 2012. Ore ao Senhor e peça sabedoria para viver este novo tempo: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios!” (Sl 90.12).

Foi por volta do Século XVII que Frei Antônio das Chagas escreveu: A CONTA E O TEMPO. Ele dizia: “Deus pede estrita conta do meu tempo, E eu vou, do meu tempo, dar-lhe conta; Para dar minha conta feita a tempo, O tempo foi me dado, e não fiz conta. Mas, como dar, sem tempo, tanta conta, Eu que gastei sem conta, tanto tempo? Não quis, sobrando tempo, fazer conta, Hoje quero dar conta, e não tenho tempo. Ó vós, que tendes tempo sem ter conta, Não gasteis vosso tempo em passatempo. Cuidai, enquanto é tempo, em vossa conta. Pois aqueles que, sem conta, gastam tempo, Quando tempo chegar de prestar conta, Chorarão, como eu, o não ter tempo”.

Faça suas contas direitinho. Não se esqueça que de tudo prestaremos contas. “Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau”. (Eclesiastes 12.14).

Conte os dias e não se esqueça de contar as bênçãos. “Conta as bênçãos, conta quantas são. Recebidas da divina mão. Uma a uma, dize-as de uma vez, Hás de ver surpreso quanto Deus já fez”. Se parar pra contar as bênçãos, você vai perder as contas. 

Feliz 2012.

Que Deus te abençoe neste novo ano.

Pr. Carlos Elias de Souza Santos.